O presidente Michel Temer faz 1 governo “ruim” ou “péssimo” para 76% dos eleitores brasileiros, segundo pesquisa DataPoder360 realizada na última semana de junho de 2018. Essa taxa de rejeição é 1 pouco acima dos 73% apurados em abril.

Apesar de a taxa geral ter mudado pouco, dentro da margem de erro de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos, houve alteração dentro das respostas sobre rejeição.

Em abril, 49% diziam que o governo Temer era péssimo. Hoje, são 40%. Ou seja, houve uma queda além da margem de erro.

Ocorre que os que achavam Temer “péssimo” apenas migraram para a categoria “ruim”. Em abril, eram 24% os que consideravam a administração federal “ruim”. Agora, são 36%.

A seguir, a curva de popularidade (sempre baixíssima) do presidente Temer de abril de 2017, quando o DataPoder360 iniciou suas atividades, até abril de 2018, quando ele era rejeitado por 73%:

O DataPoder360, divisão de pesquisas do portal Poder360, realizou 5.500 entrevistas por meio de telefones fixos e celulares nos dias 25 a 29 de junho. Foram atingidas 229 cidades em todas as regiões do o país. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos. O registro do estudo no TSE é BR-05297/2018.