‘Sobrevivendo no Inferno’, lançado em 1997, é uma das três novidades para o vestibular de 2020 da Universidade Estadual de Campinas

As letras das músicas dos rappers das periferias de São Paulo são uma das três novidades para os estudantes que vão fazer a prova do ano que vem.

De acordo com o comunicado da Comvest (Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp), “a cada ano, a Unicamp renova parcialmente as obras que compõem a lista, para permitir o planejamento do professor e, ao mesmo tempo, acompanhar a dinâmica própria do sistema de ensino, cujo público se renova todos os anos”.

A obra dos Racionais MCs, lançada no fim de 1997, é uma das novidades de poesia. O gênero ainda conta com obras do português Luís de Camões e ‘A teus pés’, da poeta brasileira Ana Cristina Cesar.

O álbum aparece como novidade entre as 12 obras que devem ser estudadas, juntamente com a crônica ‘A cabra vadia’, do jornalista Nelson Rodrigues, e o romance ‘A falência’, da escritora Júlia Lopes de Almeida.

“Sobrevivendo no Inferno” é o álbum que colocou o rap no cenário musical do país, indo além dos seguidores do hip hop. Com músicas contando histórias de pessoas comuns das periferias, a obra do quarteto composto por Mano Brown, Edi Rock, KL Jay e Ice Blue tem 12 faixas.

Entre as músicas, algumas se tornaram as mais conhecidas do principal grupo de rap do Brasil, como “Diário de um Detento” — que canta uma carta escrita por um preso do Carandiru — e “Fórmula Mágica da Paz” — um relato sobre a vida de um morador da periferia paulistana.

Além dessas, os estudantes que quiserem ingressar na Unicamp precisam conhecer “Mágico de Oz”, “Qual Mentira vou Acreditar”, “Jorge da Capadócia” e “Capítulo 4, Versículo 3”, por exemplo.

A Comvest destaca que a lista com a obra dos Racionais MCs não é a mesma para o Vestibular da universidade de 2019, que ocorre ainda este ano, e as obras já haviam sido divulgadas.