O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu nesta quarta-feira habeas corpus a Paulo Vieira de Souza, o Paulo Preto, apontado na Lava-Jato como operador de propinas para o PSDB. O réu foi preso dia 6 de abril pela 5ª Vara Criminal Federal em São Paulo, a mesma que aceitou denúncia contra ele pelo desvio de R$ 7,7 milhões, entre 2009 e 2011, durante o governo de José Serra (PSDB). No dia 11 deste mês, Gilmar Mendes libertou o réu. A mesma vara determinou novamente a prisão do operador. Agora, o ministro concedeu novo habeas corpus a Paulo Preto.

Mesmo que, no pedido de habeas corpus, Paulo Preto não tenha mencionado a filha, Tatiana Cremonini, que está presa, o ministro concedeu também liberdade a ela. “Reitero que as testemunhas arroladas pela acusação já foram inquiridas. Na fase atual, dificilmente a defesa teria poder para colocar em risco a instrução criminal. Ausente, portanto, fundamento idôneo a justificar a prisão preventiva da ré Tatiana Arana de Souza Cremonini”, escreveu o ministro.

VEJA: Apontado como operador de propinas do PSDB volta a ser preso

Veja também
A procuradora-geral Raquel Dodge disse que recurso sobre decisão do STF é prioridadeRaquel Dodge recorre de decisão de Gilmar que mandou soltar cinco no Rio
O empresário Arthur Pinheiro Machado foi preso em São Paulo, na Operação RizonaGilmar mantém preso investigado da Lava-Jato do Rio
Sérgio Moro confraterniza com João Doria em Nova YorkMoro cita imagens de Lula com Geddel e Aécio para se defender de foto com Doria
O ministro do STF Edson Fachin, relator da Lava-JatoDois ministros do STF pedem condenação por propina disfarçada de doação eleitoral
A segunda prisão foi decretada diante de novas informações obtidas pela justiça. Haveria indícios de que o réu estaria interferindo nas apurações, ao tentar influenciar no depoimento de testemunhas. No habeas corpus pedido ao STF, a defesa argumenta que os fatos “continuam sem revelar qualquer ingerência concreta contra o paciente na instrução criminal”.

Leia mais: https://oglobo.globo.com/brasil/gilmar-mendes-da-mais-um-habeas-corpus-paulo-preto-22734109#ixzz5H2nLV0Uk
stest