A Defesa Civil de Manaus e a Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc) cadastraram 622 famílias – o que representa um total de 2.195 pessoas – afetadas pelo incêndio que destruiu centenas de casas no bairro Educandos, na Zona Sul de Manaus.

O incêndio teve início às 20h de segunda-feira (17). A prefeitura de Manaus decretou situação de emergência por conta do ocorrido. ONGs e outros grupos seguem coletando doações na capital.

Segundo os órgãos, ainda são contabilizadas novas inscrições. Dentro do quantitativo parcial de vítimas, aproximadamente 200 estão divididas em cinco abrigos mantidos pela prefeitura em parceria com outras instituições. As demais vítimas estão alojadas em casas de parentes e amigos.

Fonte: G1 Amazonas