Em sua segunda temporada no comando no Manchester City, Pep Guardiola conquistou seu primeiro título na última semana: a Copa da Liga Inglesa. A sequência da temporada é ainda mais promissora. Os blues seguem vivos e muito perto de se classificarem para as quartas de final da Liga dos Campeões, além de serem o líder isolado do Campeonato Inglês. Apesar do City nunca ter vencido o maior torneio da Europa, o treinador trata o Inglês como a prioridade do time.

“Estamos lutando pelo título mais importante da temporada, o Campeonato Inglês. Mais importante que a Liga dos Campeões, a Copa da Inglaterra e a Copa da Liga Inglesa. Isso é incentivo suficiente para manter o foco. O Inglês é sempre mais difícil, uma partida a cada três dias, mostra quem é bom durante onze meses. De todos os títulos que já conquistei, o Campeonato Espanhol e o Campeonato Alemão foram os mais difíceis.Os jogadores sabem que o importante é ganhar o Campeonato Inglês para o clube e para nosso futuro”, avaliou o comandante.

O próximo compromisso do City é justamente contra o Arsenal, reeditando a final da Copa da Liga do último domingo. Em caso de vitória, a equipe de Guardiola abrirá 16 pontos de vantagem para o vice-líder, Manchester United.

“Os próximos seis jogos são terríveis em termos de qualidade dos adversários. Temos quatro partidas fora de casa. Enfrentaremos o Arsenal, Chelsea, Tottenham e United. Ainda vamos jogar com o Stoke, que briga contra o rebaixamento e ir ao Goodison Park (estádio do Everton) é sempre difícil. Temos muitos jogos complicados e precismos manter o foco. No esporte é preciso esquecer o que foi feito, bom ou ruim, e focar no que vem, no jogo de amanhã”, frisou o espanhol.

Guardiola ainda comentou a situação de Sterling e Fernandinho, ambos lesionados. “Raheem (Sterling) está muito melhor. Não sei se tem condições de jogar amanhã (quinta-feira, contra o Arsenal), mas espero que volte contra o Chelsea ou Basel. Fernandinho está fora amanhã”.