Foto: Internet

O Ministério da Saúde publicou também o edital para a segunda etapa de seleção de profissionais para o programa. Podem se inscrever médicos com CRM no Brasil ou formados no exterior, mesmo sem revalidar o diploma.

Até o último balanço da pasta, na sexta-feira (7), 4.322 dos 8.410 profissionais aprovados na seleção já haviam se apresentado nos municípios onde irão trabalhar.

O primeiro edital, publicado em 20 de novembro, foi aberto para selecionar profissionais brasileiros para substituir os médicos cubanos participantes do Mais Médicos, que tiveram que deixar seus postos de trabalho após a decisão de Cuba de sair do Mais Médicos. Os médicos com CRM no Brasil puderam se inscrever até a última sexta-feira (7).

Mais Médicos

  • Foi criado em julho de 2013 para ampliar o atendimento médico principalmente em regiões mais carentes.
  • Em agosto de 2013, fechado acordo com a Opas para participação de médicos cubanos.
  • Participação de brasileiros formados no Brasil aumentou 38% entre 2016 e 2017, de acordo com o Ministério da Saúde.
  • Programa tem 18.240 vagas em mais de 4 mil municípios e 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI).
  • Atende cerca de 63 milhões de brasileiros, de acordo com o Ministério da Saúde.
  • Participação de cubanos no programa tinha sido renovada no início deste ano por mais cinco anos.
  • Levantamento do governo divulgado em 2016 apontou que o programa é responsável por 48% das equipes de Atenção Básica em municípios com até 10 mil habitantes.
  • Em 1.100 municípios atendido pelo programa, o Mais Médicos representava 100% da cobertura de Atenção Básica, de acordo com dados divulgados em 2016.

Fonte: G1 Amazonas